“Programas de Recuperação de Cirurgias pagos por fora e à peça com profissionais que estão simultaneamente a ganhar pela prevenção”, denuncia o enfermeiro Élvio Jesus

hospital
O SESARAM alvo de críticas e denúncias por parte do deputado e enfermeiro Élvio Jesus.

Élvio Jesus, enfermeiro, atual deputado do PS na Assembleia Legislativa Regional da Madeira, ex-responsável pela Ordem dos Enfermeiros na Região, escreveu aquilo que intitulou de “Ponto de Ordem (SESARAM) na sua página pessoal da rede social Facebook, um desabafo que incidiu sobre o Bloco Operatório e onde escreve que ” o descontrolo e a opacidade das listas de espera continuam…!Haja Deus”.

O parlamentar considera que começa por questionar: “Alguém consegue pôr ordem naquele Bloco Operatório do Hospital da Cruz de Carvalho?”

Depois, dá exemplos: “Programas de Recuperação de Cirurgias (pagos por fora e à peça) a decorrer com profissionais que estão simultaneamente a ganhar pela prevenção, com inevitável adiamento de cirurgias urgentes; “engarrafamentos” na sala de recuperação, com priorização dos doentes “pagos” e consequente cancelamento das cirurgias “normais”; reiterado bloqueio à Cirurgia de Ambulatório, apesar da afectação prévia de Recursos Humanos para este efeito (deslocação de enfermeiros, com depauperação dos serviços de origem); cirurgiões disponíveis ás 8h mas anestesistas apenas às 11 e vice-versa; utilização inapropriada de materiais e equipamentos “caríssimos” (desperdício), etc. (…)”.