Vereador Rúben Abreu esteve nas comemorações do Dia da Língua Gestual Portuguesa

O vereador Rúben Abreu acompanhou, na EB1/PE e Creche Professor Eleutério de Aguiar, em Santa Maria Maior, as comemorações do Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa, ao lado da presidente do Conselho Directivo da Escola, Ana Isabel Monteiro, e do presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, Guido Gomes.

Este estabelecimento de ensino é a Escola de Referência para a Educação Bilingue de Alunos Surdos de 1º Ciclo e Pré-Escolar da RAM, sendo ali desenvolvido o currículo de Língua Gestual Portuguesa e Português, ambas como primeira ou segunda línguas, mediante a situação de cada criança, refere uma nota oficial.

O autarca destacou, na ocasião, “o papel notável da escola na formação bilingue dos jovens surdos na Região, desde a criação, em 1965, do primeiro Instituto de Surdos do Funchal, pela mão do professor Eleutério de Aguiar e da professora Dina Gomes, bem como na promoção dos direitos das pessoas surdas”, sublinhando que “estes são propósitos inteiramente alinhados com a visão do Município do Funchal, que acaba de ser reconhecido como Município do Ano 2019 a nível nacional, justamente pela promoção de políticas públicas inclusivas, com vista a esbater as barreiras físicas, cognitivas e sociais que se afiguram às pessoas portadoras de deficiência.”

O Município foi reconhecido pela Universidade do Minho por medidas concretas nas áreas da mobilidade, do lazer e da cultura, entre outras, mas Rúben Abreu, que tutela os Recursos Humanos no Funchal, salientou também “o trabalho da autarquia na inclusão social e profissional das pessoas portadoras de deficiência. São, neste momento, 36 os colaboradores dos quadros da Câmara nessas circunstâncias, mas que estão plenamente integrados, sem dúvida porque este é um meritório trabalho em rede entre diversas instituições, com vista à igualdade de direitos e ao pleno cumprimento dos princípios de uma Cidade Educadora como o Funchal.”