Suspeito de assassinar o irmão já está em tribunal, PJ confirma que homem “refugiou-se em casa após o crime”

PJ
A Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

A Polícia Judiciária confirmou que através do Departamento de Investigação Criminal do Funchal, deteve ontem, fora de flagrante delito, um homem de 61 anos de idade, “fortemente indiciado pela prática de um crime de homicídio qualificado, sendo vítima um seu irmão, de 48 anos de idade”.

A PJ relata, em comunicado, que “o suspeito, após a prática do crime, refugiou-se na residência que partilhava com a vítima e a sua mãe, sendo ali localizado e intercetado pela PSP do Funchal, que comunicou de imediato tal ocorrência à Policia Judiciária, face à natureza do crime em causa”.

O crime ocorreu no início da tarde de ontem, numa residência situada no Funchal, na Rua Nova Pedro José de Ornelas,  tendo a vítima sido agredida com uma faca e atingida mortalmente na zona do tórax, no contexto de um conflito entre a vítima e o autor do crime.

O detido foi hoje presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.