PTP denuncia “monopólio do sector portuário” e “tributo” que diz ter de pagar

O candidato pelo PTP à Assembleia da República, José Manuel Coelho, denunciou hoje o “alto custo de vida da Região, em consequência do monopólio do sector portuário”. Coelho criticou o “tributo” que, considerou, os madeirenses têm de pagar ao “imperador César Madeirense, o monopolista dos portos”, pelo “excessivo valor cobrado pelo transporte, de carga e descarga de mercadorias no porto do Caniçal”, afirmando que ele próprio “tem de pagar um tributo extra de 200 euros ao empresário Luis Miguel de Sousa, por denunciar essa situação”.

O trabalhista acusou, em conferência de imprensa, o porto do Caniçal de ser dos mais caros da Europa: “Basta dizer que levar um contentor de Lisboa para a China é mais barato do que trazer um contentor de Lisboa para o Funchal”.

Coelho apelou aos madeirenses “que tenham pena do seu bolso” e que não votem nos partidos que “estão dominados por este grupo económico, PSD, PS e CDS”.