Calado entrega pavilhões e diz que “é um exemplo para o País o que os empresários têm feito na Região”

Calado entrega de pavilhões CancelaO vice presidente do Governo Regional esteve hoje no Parque Empresarial da Camacha para entregar as chaves de seis novos pavilhões e teceu grandes elogios aos empresários da Madeira e ao desempenho de gestão da empresa Madeira Parques, que integra o setor empresarial da Região, também este com “resultados positivos”

Foi precisamente o responsável pela “Madeira Parques”, Ricardo Morna, quem começou por lembrar a passagem do direito de superfície, que era uma prioridade da altura mas conferia alguma dificuldade aos empresários de microempresas no recurso ao crédito, para o direito de utilização que envolvia a construção dos pavilhões por parte do Governo.

Ricardo Morna historiou o processo dessa “transição” e lembrou que primeiramente “houve necessidade de contemplar a zona oeste, construindo 12 em Câmara de Lobos, 5 na Ribeira Brava e 5 na Calheta. Em 2012, avançámos com a construção de 32 pavilhões e fomos mais abrangentes e construir nos parques mais distantes da malha urbana e em 2017, depois da fase dificil do PAEF, decidimos avançar com mais 21 pavilhões, entre eles 15 em Câmara de Lobos e os seis que hoje vamos entregar as chaves”. O investimento destes 21 pavilhões rondou os 2,6 milhões de euros.

Pedro Calado, o vice presidente, realçou os números que dão conta de resultados positivos do setor empresarial da Região, onde se enquadra a Madeira Parques, aproveitando para dar um “toque” à oposição que “anda a brincar à comunicação social” e dizer que “temos vindo a apresentar trabalho, de uma forma consistente, a reduzir passivo, a fazer com que jovens consigam olhar para o futuro de uma forma muito diferente. E queria deixar uma mensagem de muito otimismo e de muita esperança. O trabalho que tem vindo a ser feito pelo Governo e pelas empresas como a Madeira Parques, é exemplar. É um exemplo para o País o que os empresários têm feito na Região”.

Calado revela que a empresa Madeira Parques já tem 122 pavilhões distribuídos. Em 444 lotes, 62% já estão atribuídos. Isto é muito positivo”.