Rui Barreto defende Plano Regional de Qualificação Profissional

Rui Barreto Plano regionalO líder do CDS PP Madeira defendeu hoje, no âmbito da pré campanha para as eleições regionais de 22 de setembro, que a Região deveria adotar um Plano Regional de Qualificação Profissional tirando partido dos fundos europeus e do próximo quadro comunitário de apoio.

Rui Barrento lembra que “a Região tem 65% da população em idade ativa com qualificações até ao nono ano de escolaridade algo que, segundo Rui Barreto, candidato centrista à presidência do Governo Regional, exige uma intervenção das autoridades regionais, no sentido de requalificar cerca de 80.000 cidadãos, dando-lhes “mais competências e mais ferramentas para enfrentarem com sucesso os desafios que a economia atual apresenta”.

Lembra que “o próximo quadro comunitário de apoio tem verbas que se destinam à qualificação profissional dos cidadãos europeus e se o CDS for Governo, a Madeira irá aproveitar essas verbas, tendo por objetivo avançar com um plano regional de requalificação de cidadãos ativos madeirenses, cujas habilitações não vão além do nono ano de escolaridade”, anunciou Barreto.

O programa deverá abranger 80.000 trabalhadores e enquadra-se no âmbito do quarto objetivo da União Europeia no Quadro 2020 – 2027, consignado ao Pilar Europeu dos Direitos Sociais que prevê apoio ao emprego de qualidade, à educação, na qualificação e aquisição de novas competências.

Regionais 2019

O plano deve envolver as autoridades regionais, a UMa e outros estabelecimentos formativos, as empresas e as associações empresariais.

“Não basta prometer que se vai dar tudo a todos, como alguns partidos vêm fazendo nesta campanha. É fundamental ter projetos e ter ideias concretas para resolver problemas, também eles, concretos”.