“Investimento público usado para servir clientelas”, acusa a CDU

CDU 31 de agostoA CDU realizou hoje uma iniciativa política no centro da Cidade de Santa Cruz sobre “as distorções operadas no desenvolvimento económico em que o investimento público é usado para servir clientelas económicas, num uso corruptivo dos dinheiros públicos”.

Junto ao Mercado Municipal de Santa Cruz, Edgar Silva afirmou que «o alastrar preocupante dos casos de corrupção e crime económico é revelador de um problema de carácter sistémico, que decorre da promiscuidade entre o poder político e o poder económico, do tráfico de influências, dos grandes negócios, em virtude do favorecimento de determinadas clientelas do poder.»

Regionais 2019

Sobre os “berbicachos do regime”, ou seja, “sobre os favorecimentos a que estão submetidos tantos dos usos dos dinheiros públicos nesta Região”, disse Edgar Silva que «tais processos desacreditam valores da democracia e degradam o próprio regime democrático.»

Nesta iniciativa disse ainda Edgar Silva que «determinadas campanhas eleitorais são o reflexo dessa promiscuidade entre o poder político e o poder económico. Há candidaturas que nadam em dinheiro. Aí se escondem, nos meios infindáveis que alguns ostentam nesta campanha para as próximas Eleições Regionais, interesses poderosos. Não são seguramente os interesses dos trabalhadores e do povo que patrocinem as campanhas milionárias que aí estão em curso.»