Fogo de Itália abre sábado o Festival do Atlântico 2019, Portugal encerra

Paula Cabaço Festival do Atlântico
Paula Cabaço anunciou como novidade um espetáculo no Porto Santo, no âmbito do Festival do Atlântico, já divulgado nos jornais há algum tempo.

Depois de ter feito publicar as novidades da programação do Festival do Atlântico nos jornais, há algum tempo, a secretaria regional do Turismo repetiu as mesmas em conferência de imprensa que seria de divulgação do programa, hoje realizada no Espaço Infoart, na Avenida Arriaga, pela Secretária Regional do Turismo e Cultura, onde Paula Cabaço, a secretária, referiu um Festival de Atlântico com uma “edição renovada e enriquecida”, com um “novo formato e que promete grande animação ao longo do mês de Junho”.

No total, o evento tem um investimento público de 500 mil euros, incluindo, o Festival Raízes do Atlântico, que tal e qual o Mercado Quinhentista e a Feira Regional do Pão, que promove a solidariedade, a Semana Regional das Artes, e o Festival Náutico 600 Anos, uma das novidades, sendo outra a realização de um espetáculo piromusical no Porto Santo, a 30 de Junho, no cais velho da cidade.
Como já é hábito, os espetáculos piromusicais acontecem aos sábados no molhe da Pontinha. A 8 está a cargo de Itália, a 15 será a Polónia e, a 22, México. A 29, e extraconcurso, caberá a Portugal.
Quanto ao Festival Raízes do Atlântico, em que todos os seis concertos são abertos gratuitamente ao público e que decorrem na Praça do Povo, afirmando este local como uma centralidade, estão agendados no dia 13 os Banda d’Além e o grupo nacional Ronda dos Quatro Caminhos; no dia 14 será a vez de subirem ao palco os Mariachi México Madeira e os sons de Cabo Verde com Tito Paris. A fechar estes concertos, na Praça do Povo, Maria Fura e a brasileira Mart’nália, no dia 15.
Refira-se ainda a realização, no âmbito desta edição do Festival do Atlântico, a realização de dois espectáculos circenses, em concreto, no dia 22 e 29 de Junho, também na Praça do Povo e também a realização de um concerto, no dia 10 de Junho, diante da Assembleia Legislativa da Madeira, de um concerto do Dia de Portugal, com a Orquestra de Sopros da Direcção de Serviços de Educação Artística e Multimédia (DSEAM), Banda Militar e Ninfas do Atlântico.