CMF promove VI edição do Fórum Regional de Autarquias Participativas

A Câmara Municipal do Funchal organiza no diz 29 do corrente mês a VI edição do Fórum Regional de Autarquias Participativas, em parceria com a respectiva Rede Nacional. A primeira edição decorreu em 2018, em Braga e, desde então, este Fórum já foi realizado em Lisboa, Alenquer, Lagoa (Algarve) e Lagoa (São Miguel-Açores), chegando agora à Região.

O Fórum vai decorrer ao longo de todo o dia no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a participação de especialistas regionais e nacionais, contando ainda com uma visita de campo. A participação é gratuita para toda a população, devendo os interessados inscrever-se no site http://www.portugalparticipa.pt/, ou directamente em:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeG8NJvkVc-iXLI1NUz8j1NA0KQVdSmNuGvYp0Zaa-3mFhi_g/viewform

Os Fóruns Regionais são iniciativas organizadas pela Rede de Autarquias Participativas em parceria com os seus membros, e visam criar espaços de debate, reflexão e partilha de experiências sobre temas relacionados com a Democracia Participativa e a participação dos cidadãos, refere a CMF.

Os participantes reúnem-se para trocar ideias e apresentar o que já foi feito neste âmbito nos seus municípios, assim como ganhar conhecimento dos projectos implementados pelos outros municípios, que podem servir de exemplo e vir a ser mais-valias para a cidade que representam. O Funchal vai apresentar, na ocasião, os Núcleos Locais de Protecção Civil e a Assembleia Municipal Jovem, “duas práticas de excelência do concelho, ao nível da Democracia Participativa”, considera a edilidade.. Será, igualmente, organizada uma exposição no átrio da Câmara, alusiva ao trabalho da Unidade de Democracia Participativa.

Por outro lado, serão apresentadas ao longo do dia, iniciativas da Câmara Municipal de Valongo e da Lourinhã, e da União de Freguesias de Massamá e Monte Abraão. Um dos momentos mais aguardados será a apresentação a nível nacional do projecto Sharing Lisboa, da Câmara Municipal de Lisboa, um cartão que acumula pontos para munícipes que pratiquem actos cívicos (como separação do lixo, voluntariado, entre outros), pontos esses que revertem depois a favor de instituições de solidariedade social à escolha do munícipe, na forma de apoios directos, descontos ou vantagens para os respectivos utentes.

A Câmara Municipal do Funchal incentiva à participação de toda a população, em mais um momento em que o Funchal afirma o seu carácter de cidade participativa a nível nacional, refere uma nota às Redacções.