Circulação na Rua Dr. Fernão de Ornelas em sentido contrário a partir de 25 de março, começa a última fase da obra

A circulação faz-se em sentido contrário, a partir de 25 de março, com entrada na Rua do Anadia em direção à Rua do Ribeirinho de Baixo.
Os condutores descem para o acesso ao parque de estacionamento.
Será assim a circulação automóvel na Rua Dr. Fernão de Ornelas, Rua do Ribeirinho de Baixo e Rua do Carmo a partir de 25 de março com o início da quarta e última fase das obras.

A circulação automóvel na Rua Dr. Fernão de Ornelas, no troço compreendido entre a Rua do Anadia e a Rua do Ribeirinho de Baixo, é retomada a 25 de março,  uma segunda-feira. Mas faz-se em sentido contrário ao que era habitual, dando por essa via acesso ao parque de estacionamento do centro comercial Anadia. A Câmara Municipal do Funchal, responsável pela intervenção naquela rua, dá início assim, nesse mesmo dia, à quarta e última fase dos trabalhos.

Nesta Fase da obra “a intervenção irá desenrolar-se no Largo do Phelps e na Rua do Carmo, entre a Rua 31 de Janeiro e a Rua Cooperativa Agrícola do Funchal, proibindo a circulação rodoviária na Rua do Carmo a oeste da Rua das Hortas, Rua do Seminário e na Rua Dr. Fernão de Ornelas, entre a Rua do Carmo e a Rua do Ribeirinho de Baixo, com exceção às viaturas que se dirigem aos parques de estacionamento e às viaturas que realizam operações de carga e descarga. Estas exceções estão autorizadas a circular nos dois sentidos nos arruamentos suprarreferidos, não sendo permitido o estacionamento para além do estritamente necessário às operações em apreço.

Quanto à circulação rodoviária durante esta fase, os condutores poderão aceder à Rua do Ribeirinho de Baixo e ao parque de estacionamento do Centro Comercial Anadia pela Rua Visconde de Anadia, entrando em sentido contrário ao habitual na Rua Dr. Fernão de Ornelas e virando à direita para a Rua do Ribeirinho de Baixo e saindo em direção à Rua do Carmo. Ao chegar à Rua do Carmo o condutor poderá seguir no normal sentido de circulação em direção à Ponte do Carmo ou virar à esquerda em direção à Rua das Hortas.

As obras da penúltima fase estão em bom andamento.

Devido aos constrangimentos previstos, a Câmara do Funchal alerta para que seja evitada a circulação nos arruamentos afetados, utilizando como alternativa a Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses, a Rua João de Deus e a Via 25 de Abril.

Recorde-se que a intervenção na Rua Dr. Fernão de Ornelas consiste num projeto arquitetónico de requalificação do arruamento, bem como na substituição das redes de saneamento básico, e traduz um investimento de 313 mil euros da Autarquia.

A Câmara Municipal do Funchal aponta como objetivo a valorização daquela rua emblemática da cidade e principal eixo comercial, sendo “absolutamente estratégica para a economia local e para o turismo do concelho. A melhoria da mobilidade urbana, a adequação da via à maior circulação pedonal, tornar o espaço público mais seguro e confortável, a valorização do património, e a melhoria dos equipamentos são objetivos a que o projeto de requalificação se propõe, e cuja mais-valia é evidente. As restantes fases da intervenção terão lugar a partir do início do próximo ano e asseguram que esta rua histórica terá uma nova imagem e melhores condições para o comércio, à semelhança do que já aconteceu ao longo dos anos, em várias outras ruas da cidade”.