Capitania revela pormenores da queda de viatura numa falésia da Ponta das Gaivotas e resgate da condutora

Fotos Autoridade Marítima.

O Capitão do Porto e Comandante Local da Polícia Marítima do Funchal, em articulação com o Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal) e com o Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira (SRPC IP-RAM), coordenou ontem as operações de resgate de um indivíduo do sexo feminino numa falésia na zona da Ponta das Gaivotas (próximo da Quinta do Lorde).

O alerta foi dado pelas 17h23, do dia de 25 de fevereiro de 2019, via telefone para a Polícia Marítima, por uma embarcação que se encontrava na zona, a informar que uma viatura havia caído duma falésia, e encontrava-se no sopé de uma falésia na zona da Ponta das Gaivotas.

Foi de imediato ativada para o local, uma embarcação salva-vidas da SANAS Madeira (ATLÂNTICO 1) de acordo com o protocolo de cooperação entre a Marinha, a Autoridade Marítima Nacional e a Associação Madeirense para o Socorro no Mar e em cumprimento do Plano Integrado de Salvamento Marítimo da Região Autónoma da Madeira, tendo sido também ativada uma embarcação da Capitania do Porto do Funchal (ISN-SR40), agentes da Polícia Marítima, quer por terra como por mar, elementos da Polícia de Segurança Pública e elementos do Corpo de Bombeiros Voluntários de Machico.

Pelas 18h08, recebida a informação que no interior da viatura apenas se encontrava um indivíduo do sexo feminino, aparentemente sem vida. Após avaliação por parte de elementos do Corpo de Bombeiros Voluntários de Machico, verificou-se que não seria viável a extração da vítima por mar, tendo sido ativados meios para proceder à extração por terra.

Após manobras de elevada complexidade, realizadas pela equipa de resgate do Corpo de Bombeiros Voluntários de Machico, considerando a localização da vítima, a extração foi concluída pelas 21h16, tendo sido verificado o óbito no local pelo Delegado de Saúde e transportado o corpo para Gabinete de Medicina Legal e Ciências Forenses da Madeira.

O Comando Local da Polícia Marítima do Funchal tomou conta da ocorrência.