Estepilha! Será que o conselho das ordens só vai apreciar Ronaldo ou os demais condecorados?

Na sequência do pagamento, em Espanha, de uma multa por fuga ao fisco por parte de Cristiano Ronaldo, o presidente da Repúblcia, Marcelo Rebelo de Sousa terá pedido ao Conselho das Ordens Honoríficas Portuguesas para avaliar se Ronaldo pode manter condecorações nacionais.

O Estepilha não é chanceler nem está em condições de distinguir uma condenação penal (crime) de uma contraordenação (coima) mas, já agora, sugere que, para além de Ronaldo, se avalie a idoneidade dos seguintes condecorados:

Zeinal Bava – Grã-cruz da Ordem do Mérito Empresarial
Valentim Loureiro – Comendador da Ordem do mérito
Hélder Bataglia – Comendador da Ordem do Infante D. Henrique
Armando Vara – Grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique
Macário Correia – Grande-oficial da Ordem do Mérito
Jardim Gonçalves – A grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique
Henrique Granadeiro – A grã-cruz da Ordem Militar de Cristo
José Sócrates – A grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique
Miguel Horta e Costa – A grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique
Manuel Espírito Santo – A grã-cruz da Ordem do Mérito Empresarial
João Teixeira – Comenda da Ordem do Mérito
Lino Maia – Grau de grande-oficial da Ordem do Mérito
Carlos Cruz – A medalha de grande-oficial da Ordem do Infante D. Henrique
Jorge Ritto – O grande-colar da Ordem do Infante D. Henrique