Bactéria põe pisos 8.º (poente) e 6.º (nascente) do Hospital do Funchal em quarentena

O Hospital Dr. Nélio Mendonça.

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM E.P.E) informa em comunicado que foi identificada a bactéria Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC) no Hospital Dr. Nélio Mendonça numa doente com patologia crónica, imunodeprimida, com historial de internamento prolongado em diferentes unidades hospitalares fora da Região Autónoma da Madeira.

No Hospital Dr. Nélio Mendonça, esteve internada nos Serviços de Ortopedia e de Nefrologia, nos pisos 8º (poente) e 6º (nascente).

Após o diagnóstico desta situação, foram tomadas as medidas de isolamento/quarentena nos serviços existentes nesses pisos (Ortopedia, Nefrologia e Urologia). Durante este período, decorre o rastreio de todos os utentes internados nos três serviços referenciados, num total de 58 doentes.

Assim, foi decidido não haver novas admissões de doentes nos pisos em causa e estão a ser implementadas as medidas de segurança e controlo de infecção preconizadas, de forma a minimizar os efeitos desta situação junto dos utentes internados e dos profissionais.

Dando cumprimento às medidas de segurança recomendadas, as visitas aos doentes estarão limitadas a um visitante, por doente, com o período de permanência máximo de 30 minutos.

A segurança dos profissionais e visitantes está salvaguardada através do cumprimento das medidas de proteção estipuladas.

Nos últimos anos aconteceram vários casos de KPC no País. O SESARAM até ao momento nunca tinha registado nenhuma bactéria desta estirpe.