Não há verba no Orçamento de Estado para as esquadras da PSP na Madeira, República “anda a procurar e a avaliar imóveis”

policia transferido
Polícias das esquadras da Madeira com instalações degradadas sem esperança no Orçamento de Estado, segundo revela a deputada do PSD Sara Madruga.

O edifício da antiga esquadra da Ponta do Sol foi fechado por razões de segurança, obrigando à deslocalização da PSP. O ministro garantiu obras, em recentes visitas à Região, apontando também outras situações de instalações policiais que necessitam de atenção particular, casos de Santa Cruz, Calheta, Porto Santo, entre outros . Agora, verifica-se que não há qualquer verba no Orçamento de Estado para 2019 para esse efeito.

Esta constatação resulta da audição que o Ministro da Administração Interna teve, em sede de Assembleia da República, acompanhado pela secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna. E foi Isabel Oneto quem confirmou que “não há qualquer investimento previsto para as esquadras da PSP na Madeira”, ao invocar na resposta à deputada madeirense Sara Madruga da Coista, as mais variadas razões para justificar a falta de investimento na Madeira para 2019, referindo por exemplo “estar à procura ou a avaliar imóveis, a procurar a melhor localização”.

Segundo uma nota da parlamentar do PSD, “a secretária de Estado permaneceu ainda em silêncio em relação à esquadra da PSP da Calheta, que ficou de fora das prioridades para o Governo da República na lei das infraestruturas (2017-2021)”.

Foi nesta audição, entretanto, que o ministro Eduardo Cabrita anunciou que “o Governo da República avançará em 2019 com 60 intervenções de fundo em infraestruturas de segurança. Sara Madruga da Costa confrontou Eduardo Cabrita com o facto de nenhuma das 60 intervenções anunciadas pelo Governo da República contemplar a Madeira, mas abranger três esquadras nos Açores.

Para Sara Madruga da Costa “é uma vergonha que o Ministro da Administração Interna tenha ido à Madeira este ano anunciar um investimento de 3,5 milhões de euros para quatro esquadras da PSP da Madeira, investimento esse que não passou para a deputada de mais um embuste, já que não está previsto nenhum investimento ou verba para o efeito no Orçamento do Estado para 2019”.