Equipa madeirense de Karting distinguiu-se na Taça de Portugal, em Portimão


A equipa madeirense de karting Red Line Motorsport viveu este fim de semana um momento memorável ao conquistar mais uma Taça de Portugal de Karting, o 10.º título nacional para a formação madeirense. Com um trabalho coeso, a Red Line Motorsport proporcionou todas as condições para que António Santos conquistasse a carismática competição, considerada a grande festa do Karting português e, ao mesmo tempo, a prova-rainha da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK)l, informa um comunicado. João Dias garantiu ainda o terceiro lugar do pódio na categoria mais exigente da competição, a X30 Super Shifter Gentleman.
Depois de um campeonato nacional atribulado em 2018, marcado por algumas situações polémicas que condicionaram os resultados da equipa madeirense, sobretudo na categoria Cadete, este fim de semana no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, a Red Line Motorsport conquistou, por intermédio de António Santos, o título mais importante desta categoria, composta por um leque alargado de concorrentes, prossegue o texto enviado às Redacções.

O jovem piloto madeirense, de apenas 10 anos de idade, não se deixou abater pelas adversidades que enfrentou no Campeonato de Portugal, surgindo ainda mais forte em Portimão para provar que, em condições normais, poderia perfeitamente ter sido o campeão nacional de 2018.

João Dias, vice-campeão nacional da categoria X30 Super Shifter Gentleman, em que os karts estão equipados com caixa de velocidades e potentes motores de 175 cc, foi outro dos protagonistas da Red Line Motorsport na prova-rainha do Karting português ao garantir a presença no pódio com um honroso terceiro lugar.
Manuel Soares, jovem piloto de apenas 13 anos de idade, também prosseguiu a sua evolução na categoria Júnior, na qual alinham mais de 20 pilotos, com larga experiência e muito fortes. O piloto natural do Porto ficou condicionado nos treinos cronometrados para
terminar a Taça de Portugal de Karting bem posicionado entre mais de duas dezenas de concorrentes, sendo 18.º classificado. Ainda assim, Manuel Soares, que está a cumprir a sua primeira época na formação madeirense, protagonizou uma boa prestação na segunda manga de qualificação ao recuperar várias posições até um positivo 14.º lugar, refere a “Red Line”.