PTP entrega na Assembleia voto de protesto pela redução de verbas do Estado para o novo hospital

Assembleia
Voto do PTP deu entrada na Assembleia.

O Partido Trabalhista (PTP) deu entrada, na Assembleia Regional, de um voto de protesto pela redução do apoio do Governo da República relativamente à construção do novo hosptal da Madeira

No texto de suporte deste voto, o PTP refere que “o Governo da República se comprometeu a apoiar metade dos custos para a construção do novo hospital, mas na realidade, além de terem empatado o processo durante estes últimos anos, vêm agora reduzir esse apoio para 30%. Nas contas que fizeram retiraram os 25% das expropriações, o IVA, e o valor patrimonial do Hospital Dr. Nélio Mendonça e dos Marmeleiros da comparticipação que tinham assumido com todos os madeirenses e porto-santenses”.

Lembra o PTP que “a alienação do Hospital Dr. Nélio Mendonça é uma decisão que compete à Região e não pode de forma alguma, o Governo da República, assumir a venda desta infraestrutura como parte integrante do Estado. Sendo, que a venda do Hospital dos Marmeleiros nem pode ser realizada porque é propriedade das Misericórdias”. Por isso, a ALRAM protesta “pela redução para 30% da comparticipação do Estado”.