SRS anuncia mais dois pediatras para o Serviço de Urgência, a partir de 1 de Outubro

Segundo uma informação da Secretaria Regional da Saúde, dois especialistas em pediatria estão a ser contratados para reforçar o serviço de urgência do SESARAM a partir do dia 1 de Outubro. Esta é, diz o Governo Regional, uma medida necessária e urgente para assegurar as escalas de urgência e, por conseguinte, bem acolhida por todos os profissionais afectos ao Serviço de Pediatria e Serviço de Cirurgia Pediátrica, que hoje estiveram reunidos toda a manhã com o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, no âmbito das visitas que o governante tem levado a cabo com os serviços de saúde.

31 pediatras, cinci cirurgiões pediátricos, 79 enfermeiros e 30 assistentes operacionais asseguram presentemente os cuidados de saúde à população infantil e juvenil, até aos 18 anos, nas suas variadas vertentes.

Segundo o comunicado da SRS, integrada no Serviço de Pediatria existe uma unidade diferenciada, a Unidade de Cuidados Intensivos Neopediátricos (UCINP), onde são prestados cuidados específicos a recém-nascidos e crianças, que necessitam de cuidados de saúde diferenciados. Esta unidade dispõe de uma equipa clínica própria, constituída por oito médicos com formação específica, responsável pelos cuidados prestados aos bebés e crianças até aos 18 anos. Nesta equipa estão também integrados 28 enfermeiros e 6 assistentes operacionais.

O Serviço de Pediatria, dirigido pela médica pediatra, Sidónia Nunes, e o Serviço de Cirurgia Pediátrica, Filomeno Gomes integram as suas actividades ao nível da Consulta Externa, Internamento, Serviço de Urgência, Hospital de Dia (Hemato-oncologia, pediatria e de cirurgia pediátrica) e Bloco Operatório, como é o caso da Cirurgia Pediátrica.

Em 2017, assevera a SRS, o serviço de pediatria foi responsável pelo internamento de mais de 410 doentes, em ambiente hospitalar, 2 047 tratamentos nos hospitais de dia e 10 567 consultas de pediatria e de neonatologia. A estes números soma-se a actividade de consulta realizada no Centro de Desenvolvimento da Criança, cerca de 2 700 consultas. No Serviço de Cirurgia Pediátrica, foram contabilizadas no ano anterior, 439 cirurgias, 2608 consultas desta especialidade e 918 tratamentos em ambulatório.

Na reunião de hoje foram abordados assuntos relacionadas com as necessidades do serviço, sobretudo  ao nível dos recursos humanos, e apresentadas e debatidas algumas propostas de melhoria a implementar e a anunciar a curto e médio prazo.

Estas reuniões alargadas com a presença do secretário regional da tutela mereceram reparos positivos por parte dos profissionais, garante o Governo.