Câmara do Funchal vai contratar mais de 200 trabalhadores até 2020

CMF reunião
A reunião de Câmara do Funchal foi marcada pela abordagem dos Recursos Humanos.

Até 2020, a Câmara Municipal do Funchal vai contratar mais de 200 trabalhadores. O anúncio foi feito hoje, por Paulo Cafôfo, no final da reunião de Câmara, excecionalmente realizada, esta semana, à terça-feira. Uma reunião, como disse o líder da Autarquia,  “dedicada aos Recursos Humanos da Autarquia”.

Em matéria de contratação, lembrou o processo dividido em três fases: “a primeira decorreu no passado mês de agosto e abrangeu 74 vagas, tendo concorrido cerca de 3600 pessoas a estes lugares, o que representará, tal como é natural, um grande desafio em termos logísticos para Autarquia, de forma a agilizarmos a entrada ao serviço destes novos colaboradores.”

O presidente anunciou que em outubro “vamos iniciar uma nova fase, desta vez para 30 novas vagas, sendo que, para novembro, está agendada a terceira fase para este ano, com 19 vagas. Isto representa um grande esforço financeiro da parte da CMF, mas, acima de tudo, a nossa visão a longo-prazo, relativamente a um serviço público que tem de ser prestado com qualidade e que seja uma resposta adequada àquilo que a população exige”

A componente dos Recursos Humanos, a dominar a reunião camarária, tem sido “valorizada bastante ao longo dos últimos anos, não só naquilo que têm sido as progressões na carreira, como também na integração dos precários, bem como agora, através da abertura de concursos para que novos elementos integrem os nossos quadros.”, referiu Paulo Cafôfo.

O Presidente recordou a recente recruta dos Bombeiros Sapadores do Funchal, que permitiu contratar 30 novos bombeiros, 17 anos depois, mas sublinhou que “têm sido muitas as áreas alvo de recrutamento. Hoje, por exemplo, deliberámos a entrada de novos juristas, mas as contratações têm abrangido, quer carreiras mais operacionais, quer carreiras de técnicos superiores, uma aposta que concorre para aquilo que deve ser o serviço público de excelência.”