JPP responde a Pedro Calado por causa do ferry acusando-o de “mentir”

No seguimento das declarações proferidas pelo vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, à comunicação social desta quinta-feira, 20 de Setembro de 2018, referindo que os partidos da oposição foram todos contra a operação ferry, o JPP pronunciou-se, dizendo que “não podemos consentir que a mentira sirva de argumento político quando quem governa se vê ultrapassado pelos acontecimentos, tentando fazer esquecer que não cumpre as suas promessas integralmente”.

“A ligação ferry foi sempre uma das bandeiras do JPP e a nossa luta vai continuar, até porque não nos revemos neste modelo ‘a prestações’ de continuidade territorial, no qual os madeirenses são portugueses apenas durante três meses”, disse o dirigente Élvio Sousa.

Para responder às necessidades da Região, o JPP defende uma ligação por ferry regular e anual, entre a Madeira e o continente, permitindo uma alternativa aos passageiros, “sem custos absurdos sobre as viaturas e sobre a carga, não permitindo que haja uma situação de monopólio ultraprotegido, comprometendo o interesse público, em favor de interesses económicos”, refere uma nota às Redacções.