Obras nas proximidades da antiga alfândega e da capela de Santo António da Mouraria

*Com Rui Marote

O Funchal Notícias deparou com estas obras, que abriram amplas escavações na Rua da Alfândega.  As mesmas parecem destinar-se à substituição de água ou esgotos, infraestruturas de manutenção obviamente necessária.

Porém, um aspecto chama-nos a atenção. É que as mesmas estão a decorrer junto à capela de Santo António da Mouraria, datada de 1715 e ao edifício da primeira alfândega do país, hoje parlamento regional.

 

 

Questionamos é se existe acompanhamento arqueológico, que reputamos de obrigatório. Aparenta-se-nos que não, por parte da CMF, e quanto à Direcção Regional de Cultura, desconhece ou fecha os olhos para os cuidados necessários que deviam ser aplicados a esta situação.