Veja mais fotos da apresentação do Marítimo para a época 2018/19

Apresentação equipas do Marítimo 2018/19
Fotos: © Alfredo Rodrigues

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira estava visivelmente feliz quando na tarde de ontem, domingo falava aos adeptos na apresentação 2018/2019.

Em pleno Estádio do Marítimo, “pela 21ª vez nesta situação”, o comandante verde-rubro surgiu à frente das cinco equipas de futebol que vão militar nos campeonatos de Portugal. Um feito inédito.

“Assistimos à nossa grandeza”, constatou antes de lembrar “as 34 presenças consecutivas” no mais alto patamar do futebol português “o que honra qualquer região”.

Olhando para a nova temporada, Carlos Pereira lembrou que “a equipa técnica e os jogadores têm compromisso com a massa associativa”, notando que a ida à Europa “é difícil mas não impossível”.
Logo a seguir a apresentar Danny – “Um regresso a casa de que fez muita questão, juntamente com a sua família” -, o presidente maritimista olhou para outras paragens elogiando o departamento Jurídico verde-rubro “que trabalhou muito bem quando Nuno Rocha foi apresentado [noutro clube] e pirou-se dias depois…”.

“Somos os maiores e também somos os melhores”, atirou Carlos Pereira destacando que o Marítimo “faz a diferença desde 1910, está sempre na linha da frente”. Exemplificando com a equipa feminina “campeã nacional e que ascendeu à I Divisão”. E logo acrescentando que “o Torneio Marítimo Centenário continuará a ser um dos maiores do país”.

Apontando para “mais e melhor”, o presidente dirigiu-se à massa associativa de quem disse “precisar”, apelando para que esteja “atenta a manobras”.

O lema do Marítimo, disse, “é crescer e formar”. “Formar, formar e formar de modo a sermos capazes de sustentar as 26 modalidades que fazem de nós um clube eclético”, com “3 mil atletas na região mas já com 7 mil lá fora”. “Isto de formar é difícil, trabalhoso mas dá um enorme prazer”, acrescentou.

Carlos Pereira nas suas palavras não se esqueceu “de um agradecimento muito especial aos nossos seccionistas que trabalham de forma voluntária” e aos “três grupos de adeptos que aquecem esta fortaleza”, confidenciando que não pode emprestar maior apoio. Lembrando que o Estádio do Marítimo – “que alguns que por aí andam a custas de SAD apelidaram de estaleiro…” – é dos que mais assistências apresenta, o líder disse contar “com os adeptos” para assim continuar a ser.

O presidente do Marítimo aproveitou a oportunidade, também, “para agradecer” quer ao Governo Regional – representado pelo Vice-presidente, Pedro Calado, pelo Secretário Regional da Educação, Jorge Carvalho, e pelo Diretor Regional de Juventude e desporto, David Gomes – quer à Câmara Municipal do Funchal – com o presidente Paulo Cafofo presente -, bem como “aos patrocinadores”.

Já Luis Miguel Sousa, presidente da Assembleia Geral, saudou o “apoio dos adeptos” e lembrou que o Marítimo compete “sempre para ganhar”.

O Sucesso do Marítimo é o sucesso da Região

O Secretário Regional da Educação, Jorge Carvalho, presente na apresentação das cinco equipas do Marítimo que vão militar nos ‘nacionais’ de futebol, foi bem claro: “O Governo Regional vai continuar a apoiar o Desporto e o Marítimo”. Apontando, por exemplo, “o compromisso de apoiar a conclusão do Estádio do Marítimo”.

Notando que “o apoio ao desporto é fundamental na sociedade”, Jorge Carvalho lembrou que o Govero Regional “tem uma politica desportiva que é defendida sempre” e não ao sabor disto ou daquilo…

“O sucesso do Marítimo é o sucesso da região”, concluiu o governante”.

Funchal Município amigo do desporto

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, lembrou, na apresentação do plantel maritimista, que o Funchal tem a distinção “Município amigo do Desporto”, notando que “o Marítimo, o maior clube da Madeira, tem um grande papel nisso”.

“O Desporto é a afirmação de uma terra, de um povo, e o Marítimo é a afirmação do que somos enquanto povo”, referiu o edil funchalense, opinando que “a afirmação da Autonomia também se faz por aqui”. “Sabemos que no continente muita gente não quer este sucesso…”, admitiu.

Virando-se para os atletas, Paulo Cafôfo lembrou que a camisola envergada “é de um clube glorioso que tem de ser honrada” até porque “também estão a vestir a camisola de uma cidade, de uma Região”. “Em todos os jogos mostrem o que é ser Marítimo”.

“Sabemos que não podem ganhar os jogos todos, mas mesmo perdendo que o façam de pé”, acrescentou o presidente da Câmara Municipal do Funchal.

“O Marítimo é um clube ganhador”

Cláudio Braga dirigiu-se aos adeptos presentes na apresentação da equipa agradecendo “a aposta e confiança” feita na sua pessoa, confidenciando que há o “compromisso de dar tudo e defender este grande clube”. “O Marítimo é um clube ganhador”, destacou.

Já o ‘capitão’ Edgar Costa frisou a importância do apoio dos adeptos. “Com o vosso apoio, os jogos serão menos difíceis”, apelou o jogador maritimista.

Veja mais fotos na nossa página do facebook em https://www.facebook.com/funchalnoticias