Quatro anos de prisão para ex-funcionário do BANIF que desviou 650 mil euros de caixas multibanco

O ex-funcionário do Banif acusado de desviar cerca de 650 mil euros de máquinas multibanco foi hoje condenado a quatro anos de prisão efetiva.

O ex-bancário vinha acusado pelo Ministério Público da prática dos crimes de furto qualificado mas o coletivo de juízes alterou a qualificação jurídica para abuso de confiança qualificado.

O arguido foi também julgado pelos crimes de falsidade informática e subtração de documentos.

O arguido foi julgado por se apropriar, durante um período de sete anos, de dinheiro que estava à sua guarda para o exercício das suas funções como responsável por algumas caixas multibanco (ATM) e por adulterar 184 fechos de contas das máquinas.

As verbas roubadas variavam entre 500 euros e 10 mil euros de cada vez.

O tribunal julgou ainda como procedente o pedido de indemnização formulado pelo Banif, de cerca de 650 mil euros.