Casa do Povo da Camacha promove conferência “Trabalhar por conta própria”

Pensar em trabalhar por conta própria ou como freelancer pode ser assustador, reconhece a Casa do Povo da Camacha, a qual, através do Pólo de Emprego e respectivos parceiros, criou a conferência “Trabalhar por conta própria” com o propósito de reflectir sobre esta forma de estar no mercado de trabalho. A iniciativa contará com oradores experientes na área da comunicação  e nos trâmites fiscais, bem como com os testemunhos de pessoas que reconverteram as suas carreiras, permitindo-os sair da situação de desemprego ou que deixaram os seus trabalhos enquanto funcionários, refere uma nota de imprensa.

Assim, no próximo dia 1 de Junho, realizar-se-á uma conferência na qual participarão Francisco Gil Fernandes: Formado em Educação Física e Desporto no Ramo da Gestão e formador, que abordará a temática “Comunicar para cativar & simplificar”; Élvio Camacho, docente, contabilista certificado e empresário, que abordará o tema “Trabalhar e receber o subsídio de desemprego: subsídio de desemprego parcial e recibos verdes; Patrícia Aguiar, formada em Sociologia do Trabalho e fundadora da empresa Make.it Works, que falará sobre o assunto “Em que trabalharias se não tivesses medo; e Filipe Gomes, formado em Informática e Gestão de Empresas e Consultor Imobiliário, que abordará o assunto “É mais do que pôr casas à venda”.

A conferência realiza-se. portanto, na sexta feira, às 18h30, no auditório da Casa do Povo da Camacha.

As inscrições podem ser feitas através do evento registado na rede social Facebook.

A entrada custa 2 euros, e a receita reverterá na totalidade para a instituição Operação Nariz Vermelho, no âmbito do Projeto “1000 Narizes”, de Vanessa Barbosa.

Durante a conferência haverá actividades alusivas ao empreendedorismo para crianças a partir dos 6 anos.