André Geraldes suspenso de funções, sai em liberdade e paga 60 mil euros

Andre geraldes
André Geraldes saíu em liberdade com suspensão de funções.

O “braço direito” de Bruno de Carvalho no futebol do Sporting, André Geraldes, suspeito no âmbito das investigações ao clube, relativas a eventuais  atos de corrupção em jogos de Futebol e Andebol, foi ouvido no TIC do Porto e saíu em liberdade com suspensão de funções e o pagamento de caução no valor de 60 mil euros.

Relativamente ao empresário Paulo Silva, o Correio da Manhã adianta que “o intermediário que denunciou às autoridades o esquema de corrupção no andebol do Sporting, confessou esta quinta-feira perante a juíza do Tribunal de Instrução do Porto que corrompeu ou tentou corromper jogadores adversários em oito jogos de futebol do Sporting, disputados na temporada que se encerrou no último domingo”. O CM apurou que “o empresário admitiu ainda ter pago a árbitros para beneficiar a equipa de andebol do Sporting em 10 partidas do campeonato nacional conquistado pelo clube em 2016/17”.