Águas estagnadas no Pelourinho à espera do verão e dos mosquitos

Largo do Pelouyrinho
Largo do Pelourinho com esta imagem de águas estagnadas que já deitam um cheiro nauseabundo.

Rui Marote

Aproxima-se o verão e com ele o problema dos mosquitos, com os consequentes avisos à população para que não deixa recipientes com águas estagnadas  para que tenha cuidados especiais como forma de prevenção. Isto, para as pessoas e em suas casas. O que parece é que o conselho não é para ser seguido pelas entidades oficiais, nas ruas do Funchal.

De facto, no Largo do Pelourinho, é a imagem que as fotos documentam que se apresentam como cartaz para os que nos visitam, além dos aspetos negativos que poderão advir em termos de Saúde pública. Um alerta que o FN deixa, no sentido de apresentar uma realidade suscetível de merecer outra atenção.