Madalena Nunes acompanhou visita ao Centro Comunitário de São Gonçalo

A vereadora Madalena Nunes, que detém o pelouro do Desenvolvimento Social no Município do Funchal, acompanhou, ontem uma visita ao Centro Comunitário de São Gonçalo, onde cinco Centros Comunitários da SocioHabitaFunchal entregaram, num acto simbólico, as “Naninhas do Bem” confeccionadas por si, em resposta ao desafio lançado pelo projecto “AconXego – Naninhas do Bem Madeira”. Alexandre Sousa e Carla Oliveira estiveram presentes para receber, das mãos destas utentes, as “naninhas”, que poderão agora ser distribuídas por várias crianças da Madeira.

Esta iniciativa “AconXego – Naninhas do Bem Madeira” pretende mobilizar diversas instituições para a confecção e entrega de “naninhas” pelas crianças hospitalizadas nas unidades de oncologia, em casas de acolhimento e restantes instituições, num gesto simbólico de aconchego para fazer sorrir.

Madalena Nunes aproveitou para congratular “o excelente trabalho voluntário que os Centros Comunitários da SocioHabitaFunchal, os ginásios municipais e o Centro Comunitário do Funchal têm desenvolvido na confecção e entrega das naninhas. A Câmara Municipal do Funchal tem o prazer de colaborar com esta iniciativa, que leva uma prenda simbólica, mas com distinto valor emocional, às crianças hospitalizadas, e que pode atenuar o custo psicológico destes jovens. Na verdade, são nestes pequenos actos de solidariedade que medimos o valor da nossa comunidade e que pode realmente fazer a diferença na vida de alguém”.

A visita ao Centro Comunitário de São Gonçalo aconteceu em colaboração com os Centros Comunitários da SocioHabitaFunchal, que têm vindo a recolher e comprar materiais como tecidos, roupas, mantas e lençóis para a confecção e entrega das “nanas”. A adesão ao projecto tem sido de tal forma distinta que o próximo passo será a sua distribuição pela unidade oncológica pediátrica do Hospital Drº Nélio Mendonça, informa a CMF.

O projecto “Naninhas do Bem” nasceu na “Hospital do Câncer no Paraná”, no ano de 2014, a cargo da artesã Estela Junqueira, baseando-se nos conceitos de solidariedade e de uma relação de troca. A iniciativa teve sucesso na Madeira, contando já com colaborações com a SocioHabitaFunchal, os ginásios da Câmara Municipal do Funchal, o Centro Comunitário do Funchal, a Associação de Desenvolvimento Comunitário do Funchal, Garouta do Calhau e com o Centro de Acolhimento Provisório Aconchego.