O avô do presidente do Governo Regional participou na Revolta da Madeira que hoje se assinala

Assinala-se hoje 87 anos da Revolta da Madeira. Foi o primeiro grito contra Salazar no qual participou, curiosamente, o tenente Francisco Ernesto Machado, avô do atual presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

A Revolta da Madeira, também referida como Revolta das Ilhas ou Revolta dos Deportados, foi um levantamento militar contra o governo da Ditadura Nacional (1926-1933) que ocorreu na ilha da Madeira, iniciando-se na madrugada de 4 de Abril de 1931.

A 8 de Abril, o levantamento alastrou a algumas ilhas dos Açores e, a 17 de Abril, alastrou, também, à Guiné Portuguesa.

Existiram também tentativas de levantamento militar em Moçambique e na ilha de São Tomé, que falharam logo no início.

Os levantamentos militares, planeados para o continente, nunca ocorreram.

Os militares revoltosos nos Açores, sem apoio popular, renderam-se logo sem luta, entre 17 e 20 de Abril de 1931.

Já na Madeira, onde os revoltosos conseguiram apoio popular, aproveitando-se do descontentamento gerado pela política económica restritiva do Governo para minorar os efeitos da crise internacional de 1929, o levantamento só foi neutralizado mais tarde, com o envio de uma expedição militar que enfrentou as forças revoltosas durante sete dias de combate.

Depois da neutralização do levantamento na Madeira, a 6 de Maio de 1931, os militares revoltosos na Guiné Portuguesa também se renderam.

*Com wikipédia