JPP desafia GR a comprovar publicamente os 3,7 milhões para o novo hospital

O secretário-geral do JPP, Élvio Sousa, acrescentou em comunicado, perante a recente reacção do secretário-geral do PSD, Rui Abreu, relativamente aos valores pagos com o projecto do Novo Hospital da Madeira, que do conjunto dos documentos requeridos pelo JPP ao Governo Regional faziam parte, também, o pedido das provas de pagamento com as expropriações. “O Governo Regional da Madeira não remeteu ao JPP um único comprovativo desses eventuais pagamentos de eventuais expropriações”, assevera Élvio Sousa.

Consequentemente, sustenta, o JPP apenas fez as contas, não desmentidas pelo PSD, tendo por base um pedido de comprovativos de pagamentos de despesas com o Hospital, dirigidas ao Governo Regional da Madeira. Em síntese, dos alegados 8,2 milhões que o governo diz que gastou, desde 2004, faltam comprovativos dos 3,7 milhões de expropriações.

“O JPP convida o secretário-geral do PSD e o Governo Regional da Madeira a mostrar publicamente as provas de pagamento dessas expropriações (no valor de 3,7M), até segunda-feira dia 4 de Março de 2018. A bem da transparência, da verdade e da integridade”, desafia. E  afirma este partido que se não o fizer, “o Governo Regional PSD incorre numa postura de dúvida e de desconfiança. Mas a fiscalização intensiva futura do JPP irá determinar e concluir a metodologia a seguir”.

Por outro lado, e “visando a transparência”, o JPP informa que este hoje (3 de Março) vai disponibilizar on-line (no site oficial do JPP), todos os recibos e comprovativos de pagamentos acerca do novo hospital da Madeira, que totalizam cerca de 4,5 milhões, dos quais 1,4 M, são apenas da execução do actual governo.