Jovens alertados para a prevenção e comportamentos responsáveis

CMF Prevenção Galeão A
O projeto visa consciencializar os jovens para as situações de risco, através da adoção de comportamentos responsáveis de prevenção e autoproteção.

A Câmara Municipal do Funchal promoveu, na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Eduardo Brazão de Castro, uma Semana da Prevenção sobre Proteção Civil, denominada “Galeão + Resiliente”. A iniciativa surgiu no âmbito das Unidades Locais de Proteção Civil (ULPC), projeto que está a ser desenvolvido pela Autarquia desde 2016, e foi organizada pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e pela própria escola, que acolhe a ULPC Jovem do Galeão, na qual participam alunos do 5.º ao 9.º ano, com idades compreendidas entre os 10 e os 16 anos.

O projeto visa consciencializar os jovens para as situações de risco, através da adoção de comportamentos responsáveis de prevenção e autoproteção, tornando-os assim mais resilientes, bem como às suas comunidades.

“Sendo os jovens catalisadores de mudança e a escola um espaço de transmissão de saberes, este projeto visa sensibilizar os alunos para a importância de saber agir numa situação de emergência, promovendo o espírito de entreajuda, a confiança e a cidadania ativa, o aumento da perceção sobre o risco de catástrofes, o desenvolvimento de uma relação de maior proximidade com a comunidade local e a construção de uma cultura de segurança”, enalteceu João Pedro Vieira, Vereador que tutela a Proteção Civil no Funchal.

CMF Prevenção Galeão C
A iniciativa teve e denominação de “Galeão + Resiliente”.

Segundo uma nota da autarquia, “durante toda a semana passada foi, assim, desenvolvido um intenso programa de atividades, de que fizeram parte iniciativas como: demonstração do manuseamento de extintores; Ação de sensibilização em Suporte Básico de Vida; Ação de sensibilização sobre trauma, hemorragias e queimaduras (destinada a professores e pessoal não docente); Workshops sobre “Kit de Emergência” e “Primeiros Socorros Veterinários”; e Jogos Didáticos subordinados às Medidas de Prevenção e Autoproteção, nomeadamente aluviões, inundações urbanas e incêndios florestais. A Semana da Prevenção encerrou com a realização de um exercício interno de evacuação que envolveu toda a comunidade escolar, e que contou com a presença do Vereador João Pedro Vieira. “Esta semana foi um exemplo daquilo que pretendemos para o nosso Município, nesta e em todas as áreas: capacitar os nossos cidadãos, de todas as idades, e promover a sua participação, incluindo na segurança da nossa cidade”, destacou o autarca.

A mesma nota refere que as ULPC “constituem uma das novas abordagens do Executivo liderado por Paulo Cafôfo para garantir a proteção de pessoas e bens nas Zonas Altas do concelho, dotando os cidadãos comuns de meios para saber comportar-se numa primeira resposta a situações de catástrofe. A recetividade de residentes e alunos tem sido encorajadora, com a Autarquia a incentivar a que ainda mais comunidades se disponibilizem para este efeito, no futuro próximo”.

A ULPC do Galeão é, neste caso, diz ainda o documento enviado pela autarquia a propósito desta inicitiva, “a primeira Unidade Jovem do concelho “e tem sido um caso exemplar, quer pela abertura da Escola Dr. Eduardo Brazão de Castro em trabalhar connosco numa série de projetos pioneiros, como também foi o caso do Orçamento Participativo do Funchal, quer pela afinidade entre a população e os alunos, que consolida um grande sentimento de comunidade, de entreajuda e de compromisso”, conclui João Pedro Vieira. Todas as Unidades do concelho serão dotadas de kits próprios de Proteção Civil em breve, à semelhança do que já acontece na ULPC do Curral dos Romeiros, no Monte”.