Corte e desbaste de árvores no concelho de Santa Cruz depois de pareceres que aconselhavam a intervenção

Árvore desbaste B
Esta manhã, a Câmara esteve a intervir na Estrada do Garajau.

A Câmara Municipal de Santa Cruz está a desenvolver um trabalho de intervenção em várias árvores do concelho, com particular incidência nas freguesias de Santa Cruz, Caniço e Camacha, uma ação que prevê o corte de umas e o desbaste de outras, no sentido de garantir maior segurança às populações.

A autarquia deu conhecimento recente aos munícipes, através de Edital, e os trabalhos já estão no terreno, sendo que hoje, um dos locais alvo do desbaste de árvores é o Garajau, com intervenção no Cedro localizado junto a uma zona comercial e residencial bastante movimentada, onde se situa a padaria Flor do Garajau.

Arvores desbaste A
A zona foi parcialmente vedada para que os trabalhos fossem desenvolvidos em segurança.
arvore desbaste D
Segundo pareceres técnicos, este Cedro deveria ser alvo de desbaste.

A Câmara de Santa Cruz refere que todas as intervenções que estão a ser levadas a efeito, neste âmbito, “foram precedidas de estudos técnicos e de pareceres das entidades competentes na matéria, pelo que as decisões estão sustentadas na defesa da segurança pública”.

A autarquia liderada por Filipe Sousa explica à população que este procedimento avança “depois de terem sido detetadas um conjunto de situações relacionadas com espécies arbóreas localizadas em espaço público, ou, em caso de queda com repercussões sobre o espaço público, e que carecem de ações de manutenção”. E dá conhecimento que “após solicitação de pareceres ao Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, chegou-se à conclusão que deve prevalecer a segurança e, como tal, têm que ser realizadas intervenções com vista a eliminação de riscos. Alguns dos exemplares carecem somente do corte de ramos secos/mortos, e outros de corte imediato, sob pena de, em caso de queda, colocar em perigo pessoas e bens”.

arvore desbaste C
Os trabalhos vão decorrer nas freguesias de Santa Cruz, Caniço e Camacha.

Diz a autarquia que “as ações de corte e desbaste que são necessárias desenvolver nesta fase (das situações já detetadas e confirmadas do levantamento do estado fitossanitário dos exemplares arbóreos no Concelho de Santa Cruz, que está a ser levado a cabo pelos serviços da Divisão de Ambiente) abrangem exemplares como Tis, Jacarandás, Sumaúmas, uma Araucária, Cedro e Carvalhos”.

quadro árvores
Quadro de intervenções a fazer pela CMSC.

Entre as árvores a intervir, a Câmara explica que “um dos exemplares em causa é a Araucária situada na Zona de São Fernando, um espécime que já faz parte da paisagem da sede de concelho, e que, por essa razão, e apesar dos pareceres técnicos ditarem o seu corte, vamos primeiro fazer um desbaste no sentido de aferir, com maior exatidão, o estado em que a árvore se encontra”.