CDU exige extinção da Taxa de Protecção Civil em Santa Cruz e devolução imediata das verbas aos cidadãos

Foto DR.

A CDU foi esta manhã a Santa Cruz exigir a extinção imediata da Taxa de Proteção Civil e a devolução das verbas cobradas pela Câmara Municipal.

Numa iniciativa política de contacto com as populações, a CDU referiu que o município de Santa Cruz é o único que na Madeira aplicou a taxa de Proteção Civil.

Por ser inconstitucional e ilegal, a CDU considera que Câmara de Santa Cruz está a exercer uma cobrança abusiva de verbas.

Como afirmou o porta-voz da iniciativa, António Jardim, “na prática a autarquia está a obter algo que não lhe pertence, extorquindo aqueles valores à população”.

Em paralelo, a CDU lançou hoje uma recolha de assinaturas exigindo a imediata extinção da actual Taxa Municipal de Proteção Civil e a devolução aos munícipes das verbas roubadas às populações.