Secretaria da Inclusão e Assuntos Sociais salienta que desemprego regista o valor mais baixo dos últimos 6 anos

A taxa de desemprego no 3.º trimestre de 2017 na Região Autónoma da Madeira desceu para 9,3%. É a menor taxa de desemprego registada desde 2011, salienta a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais.

Este valor representa, refere uma nota de imprensa, uma descida de 1,7 pontos percentuais (p.p.) relativamente ao 2.º trimestre de 2017 e de 3,9 p.p. face ao trimestre homólogo.  Esta descida confirma, segundo a SRIAS, a tendência decrescente verificada no desemprego registado. É também a menor taxa de desemprego registada desde o início de 2011.

Já no que concerne ao desemprego jovem, a RAM apresenta uma evolução favorável, com a taxa de desemprego dos indivíduos com menos de 25 anos a atingir 27,1% no 3º trimestre de 2017, o valor mais baixo registado desde o início da série em 2011. Destaca-se que este valor corresponde a menos de metade do valor registado na região no 1º trimestre de 2013.

Novamente, a evolução é mais favorável na Região Autónoma da Madeira do que nas restantes regiões do país, vinca a SRIAS. De facto, a região deixa de ser a que apresentava o pior cenário no trimestre homólogo, destacadamente, para ocupar a 3ª posição, com valores inferiores aos Açores e à Área Metropolitana de Lisboa, com um diferencial de apenas mais 2,9 p.p. do que a média nacional (24,2%) no 3º trimestre de 2017.