ALRAM debate recuo do governo da República na questão do novo hospital no dia 9

A Conferência dos Representantes dos Partidos com assento na Assembleia Legislativa Regional reuniu-se para determinar o agendamento do debate de urgência requerido pelo PSD, para discutir o recuo do Governo da República no apoio ao novo hospital da Madeira.

O PSD propunha o dia 9 de Novembro para o dito debate, disse Fernanda Cardoso, vice-presidente da ALRAM. Porém, o PS, entretanto, fez também entrar um pedido de debate de urgência, sobre a clarificação da posição do Governo Regional sobre a suspensão da construção no presente mandato.

Sendo a questão de fundo a construção do novo hospital, o PSD propôs que se fizesse um único debate sobre esta temática, mas o PS assim não entendeu.

Após votação, o debate requerido pelo PSD foi agendado, com os votos favoráveis dos social-democratas e dos centristas, para 9 de Novembro, às 9 horas. Foi proposto um regimento à semelhança dos debates excepcionais que anteriormente se têm verificado.

Já quanto ao debate proposto pelo PS, foi submetido à oposição e não foi aprovado, tendo os votos contra do PSD  e do CDS, e os votos favoráveis do JPP, do PS e do BE.