Comissão da candidatura de Carlos Pereira considera sondagens “esclarecedoras”

 

O presidente da Comissão Executiva da Candidatura de Carlos Pereira à Liderança do PS, Carlos Jardim, divulgou hoje um comunicado abordando as sondagens publicadas pelo Diário de Notícias, na edição de domingo, 28 de Outubro, e na edição de hoje, segunda-feira, 31 de Outubro,  respectivamente,  sobre a intenção de votos dos madeirenses, caso as eleições para a Assembleia Legislativa da RAM se realizassem agora e sobre quem é o melhor candidato para liderar o PS-Madeira.

A dita comissão executiva refere que, na primeira sondagem, o PS-M “apresenta resultados extremamente positivos e mobilizadores, 33,6%, com uma viragem política para o PS-Madeira que, deste modo, mais do que triplica os resultados, passando de cinco para 17 deputados, mostra que estamos no bom caminho e à beira de ganhar eleições”.

Fica assim claro, considera, que os madeirenses e porto-santenses querem outro governo regional e querem que seja o PS-M “a alterativa a um exaurido PSD”. E, na leitura que faz a comissão, esta mudança de paradigma eleitoral, “esta esperança que os madeirenses e porto-santenses depositam no PS-M mostra que Carlos Pereira e todos os socialistas na Madeira estão a fazer um bom trabalho na afirmação do partido, correspondendo, positivamente, à vontade das pessoas, que querem iniciar um novo ciclo político que rompa, definitivamente, com o passado”.

Por outro lado, “da segunda sondagem fica claro para a sociedade em geral aquilo que os militantes socialista já exprimem internamente: que o líder natural do PS para este período é Carlos Pereira. Que é necessário um presidente com um domínio profundo dos dossiês, as propostas capazes de resolver os problemas, com capacidade de trabalho, a competência e as qualidades necessárias, para continuar a liderar o PS-Madeira no combate político extremamente importante que há a fazer até 2019”.