Agente Barreiros da Silva explica no Liceu intervenção da Polícia Marítima em nome da segurança

O agente Barreiros da Silva esclareceu os estudantes sobre a cidadania do mar. Fotos FN.

“Cidadania do Mar/ Segurança a dobrar” foi o tema de uma conferência promovida esta manhã, na Escola Secundária Jaime Moniz, orientada pelo agente Barreiros da Silva, junto de alunos do ensino secundário dos Cursos de Educação e Formação de Ambiente e de Informação e Animação Turística.

Uma iniciativa articulada entre o Conselho Executivo e a coordenação pedagógica dos Cursos CEF e Cursos Profissionais no sentido de facultar aos estudantes uma informação atualizada em termos da prevenção e da segurança no meio escolar.

Tendo por base uma estratégia de comunicação assente no diálogo, o agente Barreiros da Silva, do Comando local da Polícia Marítima do Funchal, confrontou os jovens com exemplos concretos do quotidiano para sensibilizá-los para a diferença de ilícitos criminais e ilícitos contra-ordenacionais, bem como para as características da zona marítima da Madeira e do papel dos cidadãos.

Sempre com o objetivo de “salvar vidas” e prevenir incidentes, o orador explicou aos estudantes o tipo de intervenção da Polícia Marítima e respetivos Comandos.  Uma conferência que deixou também sugestões importantes para a prevenção e intervenção nos problemas de segurança nas praias.

O objetivo fulcral deste encontro foi o de apostar numa cultura de civismo e cidadania para a afirmação da extensa zona costeira portuguesa, enquanto espaço privilegiado de lazer e turismo, bem como incentivar a descoberta e o gosto pelo mundo marinho, assim como alertar para a ocorrência de comportamentos de risco e ilícitos criminais.

Um tema que suscitou nos estudantes atenção, uma vez que a Madeira tem uma grande zona costeira e tiveram assim a possibilidade de esclarecer o tipo de intervenção da Polícia Marítima, bem como o papel que deverá ser assumido pela população em cooperação com as autoridades.