Militantes do PS-M que subscreveram convocatória para o conselho regional extraordinário ‘confundidos’ com apoiantes de Emanuel Câmara

Subscreveram uma convocatória para a realização de um conselho regional extraordinário e alguém os conotou, abusivamente, como apoiantes de Emanuel Câmara na corrida à liderança do PS-Madeira.

Pelos menos é isso que vêm dizer após o facto de ter sido tornado público tal convocatória.

É o caso de Teresa Leão, presidente da Concelhia do PS do Porto Santo.

“A Concelhia de Porto Santo ainda não tornou pública posição sobre as candidaturas envolvidas, pelo que, de momento, qualquer notícia vinculada na comunicação social sobre este assunto não corresponde à realidade”, revela.

Com efeito, os presidentes das concelhias da Ribeira Brava, Calheta, São Vicente e Porto Santo assinaram o pedido de realização de uma Comissão Regional Extraordinária, o que não pode ser confundido com o apoio a Emanuel Câmara para presidente do PS-Madeira.

Alano Gonçalves, da Ribeira Brava revela que concorda com um congresso até final do ano. “Mas a minha assinatura para essa convocatória não indica o meu apoio ao Emanuel Câmara”, clarifica.

Do mesmo modo, Manuel Lira Caldeira, da concelhia do PS de São Vicente, revela que assinou um pedido de marcação, quanto antes, de uma Comissão Regional com vista à marcação do Congresso. Fê-lo como filiado no PS. “No entanto não vincula a concelhia de São Vicente que nem reuniu para o efeito”, remata.