Barreiras arquitectónicas ao voto continuam a existir em certos locais

Fotos LR

Um  aspecto menos positivo nestas eleições autárquicas,  e para o qual chamaram a atenção do FN, é a continuação da existência de barreiras arquitectónicas, que dificultam a vida aos eleitores mais idosos ou com problemas de mobilidade. São coisas nas quais normalmente muita gente não pensa e, confessamo-lo, também estávamos incluídos nesse rol de desatentos até nos alertarem para o facto.

Em locais onde são instaladas secções de voto, como estabelecimentos de ensino – é o caso da Escola Secundária Francisco Franco, por exemplo – as dificuldades, para cidadãos idosos ou portadores de deficiência, são mais que muitas, dados os lanços de escada que é preciso subir. O FN observou realmente como, para um grupo de cidadãs idosas, até descer as escadas era difícil. E, na Francisco Franco, as mesas de voto da freguesia de Santa Luzia continuam a ser instaladas no primeiro andar… um aspecto a repensar.

Logotipo José Alves