MPT denuncia dinheiro “jogado ao lixo” no parque industrial nas Ginjas, em São Vicente

O Movimento Partido da Terra marcou hoje presença no parque industrial situado nas Ginjas, em São Vicente, onde denunciou terem sido “enterrados milhões de euros para um parque que está completamente abandonado e parece um autêntico pasto para cabras e ovelhas”.
Esta situação, considera o MPT, é “uma autêntica vergonha e uma afronta às pessoas de São Vicente que estão abandonadas, sem apoios sociais, sem trabalho e sem rumo”.
O Partido da Terra, nesta zona industrial deparou-se com uma estrada por acabar há décadas e que, tal como este parque industrial, “ficou por acabar e sem qualquer tipo de empresa aqui instalada e os milhões aqui investidos que podiam servir para ajudar a população foram jogados no lixo”.
No entender deste partido, São Vicente tem sido governado pelo PSD  e agora por um PSD camuflado, onde as políticas que têm sido levado a cabo “são para eles e para os amigos e o povo continua a ficar com as migalhas”.
O MPT promete que, se estiver representado na Câmara  e na Assembleia Municipal, “tudo irá mudar”, com “uma política virada para os mais carenciados, junto dos idosos, desempregados, agricultores, crianças e jovens”.
São Vicente, refere esta candidatura, “tem todas as potencialidades para crescer no turismo explorando actividades turísticas na laurissilva, os percursos pedonais, as levadas e o mar”. A aposta no turismo de natureza pode revelar-se vital, tanto a nível local como internacional.