“Mais Porto Santo só está comprometido com o povo”, esclarece José António Castro

porto santo
O Movimento “Mais Porto Santo” continua apostado em fazer “a diferença”.

A candidatura do movimento “Mais Porto Santo” afirma, no sétimo dia de campanha, que “só está comprometido com o Porto Santo, apostado somente na defesa dos interesses dos Porto-Santenses. É isso que move este movimento de cidadãos independentes”.

Esta reação de José António Castro surge na sequência de posições de campanha sobre eventuiais acordos que o movimento estaria a preparar com o partido A ou opartido B. “Temos feito uma campanha verdadeira e honesta, apresentando um manifesto eleitoral que é realista e que, acima de tudo, valoriza as pessoas, jamais poderíamos fazer alianças com candidatos, como já o dissemos, que andam desorientados, que continuam a travar-se de razões com a população e que apenas mostram soberba e arrogância, típicas em pessoas bipolares e vingativas”.

Diz José António Castro que “também não é possível estar ao lado de uma candidatura cujo cabeça-de-lista que só trabalha em part-time para a população e que está refém de um partido que se limita a dar ordens, a escrever papelinhos e que mostra estar demasiado distante da realidade”, reforçando a ideia de que “os porto-santenses não podem continuar a servir de arma arremesso político entre dois partidos, do bloco central, que se recusam a defender, em primeiro lugar, aqueles que os elegeram”.