CDU critica falta de plano estratégico para Santa Cruz, concelho com duas cidades

A candidatura da CDU a Santa de Cruz nas próximas autárquicas veio hoje salientar que este é o único concelho com duas cidades e no entanto não dispõe de um plano estratégico para as mesmas. “A cidade do Caniço, por exemplo, onde reside a maioria da população deste concelho, não dispõe ainda de um conjunto de serviços públicos fundamentais no âmbito da política de proximidade e de qualidade de vida das populações”, denuncia a coligação. A CDU tem proposto desde uma delegação de bombeiros a uma esquadra de polícia, serviços estes reprovados pela maioria, e uma extensão do serviço de finanças, que tendo sido já aprovado na Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, ainda não foi implementada na cidade do Caniço, “porventura por quezílias partidárias e falta de diálogo institucional entre o Município e a tutela regional”, criticam.

No que concerne aos transportes, ainda nesta cidade e nas zonas altas do Caniço, a CDU diz que avançou com propostas municipais para a criação de um plano local de desenvolvimento e de transportes , que foi igualmente rejeitado pela actual governação. “Não deixa de ser “caricato” que o único expresso Funchal-Caniço, não passe no centro desta cidade”, referem.

“No decurso das nossas propostas para este concelho, a CDU compromete-se  a ser uma força política de intervenção supletiva e  reivindicativa dos interesses e necessidades da população santacruzense e um porta-voz apregoador de competências, saberes e diálogo com as juntas de freguesia e o poder regional. Compromete-se a trabalhar e a servir a população na linha da frente, para que no próximo dia 1 de Outubro, seja efectivamente o inicio de um Novo Rumo para o concelho de Santa Cruz”, diz a candidatura.