Reformados e pensionistas descontentes manifestam-se em Kiev

Rui Marote, em Kiev, Ucrânia

Nos últimos dias, temos assistido a grande concentração de pensionistas nas imediações do edifício dos ministérios. A polícia monta um cordão de segurança na área, impedindo que os manifestantes se aproximem do edificio governamental.

Envergando bandeiras azuis e amarelas, cores do estandarte nacional, e outras da central sindical que apoia a causa dos reformados, a multidão manifesta-se. Noutros tempos era impensável essa liberdade na Ucrânia, quando este país fazia parte dos países por detrás da cortina de ferro, e principalmente numa classe já sem forças para lutar, dada a sua idade avançada. É bom ver que as coisas realmente evoluíram para as práticas dos regimes democráticos.


O orador sobe ao palanque, animando os manifestantes, a e a força de um carro de som bem apetrechado, o qual registámos na foto faz-se ouvir a centenas de metros.