António do Vale quer potenciar turismo na Ponta do Sol


A candidatura do PSD à Câmara Municipal da Ponta do Sol anunciou ontem ser sua intenção “potenciar o turismo e o surgimento de novas infraestruturas ligadas a este sector”.

Numa conferência de imprensa realizada na Lombada, junto ao Solar dos Esmeraldos, António do Vale, que integra a lista de candidatos à Câmara, defendeu a necessidade, também aliada à questão turística, da preservação do património e da cultura no concelho.

A própria Lombada, sublinhou, é um local “com grande riqueza histórica e cultural”. Deu o exemplo do Solar dos Esmeraldos, outrora muito importante no comércio da cana de açúcar, cujo destino deverá ser pensado em conjunto com a população. “Queremos escutar e decidir o melhor para o solar”, afirmou.

Também naquela zona há a destacar o Moínho do Trigo, que poderia funcionar algumas vezes ao ano, as Levadas, em particular a Levada do Moinho, e o possível prolongamento até ao Lombo das Terças, através da Levada do Coronel. E ainda as mercearias, os lavadouros, o caminho real e os fontanários.

O objectivo da candidatura é “conjugar todas estas mais-valias culturais num projecto eco-museológico, centrado na vila da Ponta do Sol, através de um centro de história interactiva da história do concelho, promovido por meio de guias turísticos e de aplicações móveis”. Isto, adiantou António do Vale, complementado com diferentes rotas ligadas às flores, a produção de banana, à cana, ao vinho, e ao trigo.