JPP diz que serviço da ARM não é bom em Machico; há falhas na recolha de resíduos sólidos

O partido JPP esteve na freguesia de Água de Pena, para abordar o problema dos resíduos sólidos e do saneamento básico, um serviço que, neste município, está sob a tutela da ARM (Águas e Resíduos da Madeira, SA).

“A ARM tem actualizado os seus tarifários, aumentou a água de 24 para 35 cêntimos e verificou-se também um acréscimo ao nível dos resíduos sólidos, o que se reflecte na factura que chega a casa dos munícipes e, por outro lado, não tem feito com frequência a recolha de lixo”, denunciou Carlos Costa.

A candidatura do JPP em Machico pretendia, declaradamente, dar voz ao alerta que tem recebido, por parte da população, denunciando falhas no sistema de recolha de resíduos sólidos, de forma regular, para evitar acumulações de lixo na via pública.

“Não se compreende que a ARM receba verbas dos Fundos Comunitários, somando mais de 40 milhões de euros ao longo dos vários quadros, isto já para não falar dos cerca de 4 ou 5 milhões de receitas anuais, pela venda de eletricidade à Região. Portanto, não se entende este serviço deficitário, demorado e insuficiente”, afirmou o candidato do Juntos pelo Povo.

Outro alerta vai no sentido do “não cumprimento, por parte da ARM, na promessa que fez no início deste ano, de aplicar os tarifários familiar e social aos agregados mais numerosos e carenciados”.