“Funchal Forte” questiona ausência de estacionamento no novo hotel do grupo Pestana

Foto Funchal Forte.

O cabeça de lista da coligação “Funchal Forte”, Gil Canha, foi o porta-voz de uma iniciativa realizada ontem junto ao novo hotel “Pestana Casino Studios”, que está a ser construído num “apertado gaveto”, entre a Rua Imperatriz D. Amélia e a Avenida do Infante.

Segundo a coligação esta nova unidade hoteleira de 77 quartos não tem um único lugar de estacionamento “porque beneficiou de um privilégio exclusivo concedido pela actual Câmara de Paulo Cafôfo a este poderoso grupo económico”.

“Se fosse um pobre de um emigrante ou um simples investidor, a Câmara exigia estacionamentos, como aliás está previsto na lei, mas como esta administração autárquica se rendeu ao compadrio e ao facilitismo, os poderosos podem fazer o que querem que ninguém lhes deita a mão”, acusou o candidato.

“Integraram esta nova unidade no Resort do Pestana Casino Park, com o subterfúgio que existem estacionamentos disponíveis no Casino Park para servir o novo hotel, ora isto é uma falácia e um embuste, porque neste momento, os estacionamentos disponíveis no Casino Park não são suficientes para os eventos que o grupo hoteleiro recebe ou promove. Basta referir, por exemplo, que um pequeno espectáculo no centro de congressos da Madeira congestiona completamente todos os estacionamentos disponíveis e leva as pessoas a estacionarem os carros em cima dos passeios na Av. do Infante. Uma vergonha, não só para a mobilidade urbana como também dá uma imagem terceiro-mundista da região aos milhares de turistas que nos visitam, que são obrigados a saltar carros ou a se desviarem perigosamente para o eixo da estrada.”

E promete, caso ganhe a Câmara, que “irá meter prumos nos passeios da Av. do Infante para acabar com o estacionamento selvagem sempre que há eventos na cidade ou no Casino”, adiantando, que chega a ser confrangedor “ver pessoas de cadeira-de-rodas no meio da estrada porque não conseguem circular nos passeios ocupados por viaturas”.

E a finalizar, pergunta ao sr. Presidente Paulo Cafôfo que diga aos munícipes do Funchal, “se é verdade ou mentira, que a autarquia tem um acordo secreto com o Grupo Pestana, caso ganhe as eleições, irá autorizar a transformação da Cidade da Criança Madeira Magic, na Ponta da Cruz, num hotel, com aumento de volumetria e sem concurso publico? Ele que venha esclarecer esta dúvida aos munícipes do Funchal”, desafiou.