Autoridade Marítima dá conta da inauguração do sistema Costa Segura

Fotos Autoridade Marítima.

Realizou-se ontem, dia 6 de setembro de 2017, no farol da Ponta do Pargo, a cerimónia de inauguração de mais uma estação do Sistema Costa Segura, sendo presidida pelo Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, acompanhado pelo Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, Almirante António Silva Ribeiro, e pelo Diretor-geral da Autoridade Marítima e Comandante-geral da Polícia Marítima, Vice-almirante Luís Sousa Pereira.

Estiveram também presentes nesta cerimónia, a Secretária Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, Susana Prada, o Secretário Regional da Saúde,  Pedro Miguel Ramos, o Presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles, o Comandante Operacional da Madeira, Major-General Cardoso Perestrelo, e o Presidente do Serviço Regional da Proteção Civil, Capitão Oliveira Dias.

​Durante a cerimónia foi efetuada uma apresentação sobre as capacidades do Sistema Costa Segura, complementado com a demostração de um exercício de salvamento marítimo coordenado localmente a partir do Centro de Operações Marítimas da Madeira, localizado na Capitania do Porto do Funchal, em que o Patrulha da Marinha “Douro” simulou uma embarcação com uma avaria no sistema de propulsão, ficando à deriva, e que foi prontamente assistido por uma embarcação salva-vidas da Capitania do Porto do Funchal, com uma equipa técnica embarcada.

Segundo uma nota de imprensa hoje divulgada, esta equipa repôs a operacionalidade do navio, contando com o apoio de uma embarcação do Comando Local da Polícia Marítima do Funchal, que assegurou a necessária interdição da navegação nas imediações da embarcação sinistrada.

Na ocasião, o Vice-almirante Luís Sousa Pereira reforçou que este sistema permite, através da capacidade de monitorização, integração da informação e geração de alertas de forma automática, antecipar ocorrências e atuar em tempo, evitando assim que muitas situações se desenvolvam de forma a constituir um problema no mar.

O sistema Costa Segura é, na opinião deste responsável, uma enorme mais-valia no contexto da segurança marítima, com aplicação na deteção e divulgação de alertas à navegação quando esta se aproxima de áreas sensíveis, como é o caso, por exemplo, as de implantação de aquacultura.

O Sistema Costa Segura compreende várias estações ao longo da costa do território continental e regiões autónomas, tendo já sido instaladas na Região Autónoma da Madeira, a estação do Funchal, Selvagens, e agora no farol da Ponta do Pargo, estando previsto até final do corrente ano instalar as estações da Ponta de São Lourenço e de Porto Santo.

O principal objetivo deste deste sistema visa contribuir para o conhecimento situacional marítimo nas zonas costeiras e litorais sob jurisdição das Capitanias do Porto do Funchal e do Porto Santo, recorrendo a um sistema integrado de sensores, efetivo mas de baixo custo, que permite promover o apoio à decisão da Autoridade Marítima Local, no que concerne à salvaguarda da vida humana no mar, à segurança da navegação e ao combate à poluição na orla costeira, bem como nas aproximações, entradas e saídas dos portos, contribuindo também para antecipar outros eventuais riscos.​