Alberto de Mónaco chega amanhã: conheça o programa da visita do príncipe à Região

Foto: Wikipedia

O príncipe Alberto do Mónaco chegará amanhã ao Funchal pelas 14h30 no seu avião, um jacto Dassault Falcon de última geração. Segundo o que o Funchal Notícias apurou, o programa da visita do monarca monegasco já está estabelecido: do aeroporto, o príncipe deslocar-se-á directamente ao Largo situado perto do Lido, que assumirá a partir de amanhã a denominação em homenagem ao seu tetravô, Alberto I do Mónaco. Nesse local, será recebido pelo presidente da Câmara, Paulo Cafôfo, e outras entidades, estando previstos discursos, a assinatura do livro de honra do município funchalense e o descerramento de uma placa de homenagem a Alberto I, da autoria da escultora Manuela Aranha.

Uma vez terminadas as cerimónias no Largo com cuja nova toponímia a CMF pretende homenagear o antepassado do príncipe, que desenvolveu pesquisas científicas nos mares da Macaronésia e visitou repetidamente a Madeira e os Açores, o príncipe do Mónaco seguirá para o Palácio de São Pedro, onde se encontra alojado o Museu de História Natural. Ali inaugurará uma exposição, que o FN já antecipadamente anunciou, intitulada “Um Príncipe Navegador”. Mais uma vez, trata-se de uma homenagem a Alberto I, contemporâneo do rei português D. Carlos e que com ele partilhava a paixão pela oceanografia.

Após uma visita à exposição e conhecimento da instituição, na qual assinará o livro de honra, seguir-se-á um “Madeira de Honra” nos jardins do Museu. Está igualmente prevista uma visita ao Monte, com subida no teleférico. O objetivo é visitar a Igreja de Nossa Senhora do Monte e tudo indica que está ainda prevista uma descida nos tradicionais carros de cestos.

Após cumprir estas formalidades e conviver com as entidades locais, o príncipe deslocar-se-á para bordo do navio “Yersin’, o iate particular do milionário francês François Fiat, que tem andado a fazer investigação com cientistas madeirenses e de Portugal continental nos mares da Madeira e que se encontra atracado no porto do Funchal. As investigações científicas deste navio pelos oceanos são subsidiadas pelo principado do Mónaco, razão pela qual o navio tem inscrita a designação “Monaco Explorations”.

Amanhã, o príncipe oferece um jantar às autoridades da Região Autónoma da Madeira, na Casa Velha do Palheiro.

Já no dia seguinte, 6 de Setembro, Alberto de Mónaco deslocar-se-á no ‘Yersin’ às Desertas, numa visita da qual só regressará no dia seguinte, e na qual deverá fazer-se acompanhar pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque.

Também na manhã  do dia 6, o príncipe efectuará uma visita ao Monte, local de uma tragédia recente que deixou enlutadas várias famílias madeirenses.

Alberto de Mónaco deixará a Madeira no dia 7 de Setembro, de manhã.