CDU avança com o desafio de fixar 300 novas famílias no centro do Funchal

A CDU quer fixar 300 novas famílias no centro urbano do Funchal. O desafio foi lançado pelo candidato à Câmara Municipal do Funchal, Artur Andrade, que esteve este domingo no núcleo histórico de S. Pedro para dar a conhecer as propostas da sua candidatura com vista à revitalização da cidade.

A reabilitação urbana, defendeu o candidato, deverá constituir um desígnio estratégico da construção da cidade nos próximos anos. “Não basta aprovar regulamentos e ficar à espera da iniciativa privada para que se concretize a reabilitação da cidade”, avisou.

Consciente de que a reabilitação urbana constitui um factor dinamizador da atividade económica, além de preservar a identidade própria da cidade, a candidatura da CDU defende a criação de instrumentos de combate à desertificação, como sejam a criação de condições de retorno e fixação das famílias no centro histórico cidade.

A CDU propõe assim que, no espaço temporal do próximo mandato, seja definido o objetivo de fixar 300 novas famílias na malha do centro urbano da cidade.

“Isto implica que da parte da CMF tem de haver uma oferta de arrendamento habitacional que não pode ficar em exclusivo nas mãos da iniciativa privada”, sublinha. “A identidade do Funchal é constituída pelo seu património histórico edificado, cultural, ambiental e humano. A ausência da componente humana na cidade amputa-a daquela que é a sua alma”.