Marinha ajuda embarcação “Cetáceos” junto ao Ilhéu da Ponta de São Lourenço

A corveta Jacinto Cândido foi empenhada na operação.

A Marinha empenhou ontem à tarde a corveta “Jacinto Cândido” numa operação de salvamento e assistência a uma embarcação de atividade marítimo-turística que se encontrava junto ao Ilhéu da Ponta de São Lourenço, com dois tripulantes e nove passageiros a bordo na prática das atividades recreativas de mergulho e snorkeling.

Segundo um comunicado da Autoridade Marítima, a embarcação  emitiu um pedido de socorro via rádio para  assistência imediata em virtude de se encontrar sem capacidade de propulsão mecânica e com entrada de água a bordo.

Ao chegar ao local,  a corveta da Marinha  assumiu de imediato a coordenação das operações no local, confirmando que a entrada de água a bordo da embarcação estava controlada, que todos os tripulantes e passageiros a bordo se encontravam bem (com meios de salvação envergados), e que a embarcação continuava sem propulsão necessitando de apoio para o reboque, existindo no entanto quatro praticantes de snorkeling na água junto ao Ilhéu de São Lourenço.

Toda a operação foi coordenada pelo Subcentro de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal), em articulação com o Capitão do Porto do Funchal e o Serviço Regional de Proteção Civil.

O alerta foi recebido no MRSC FUNCHAL cerca das 1200h horas. De imediato foram empenhados para o local a corveta da Marinha “NRP Jacinto Cândido”, que se encontrava nas proximidades da posição, a embarcação salva-vidas da Capitania do Porto do Funchal (ISN-SR40) e uma embarcação salva-vidas da Associação Madeirense para o Socorro no Mar (SANAS103), em cumprimento do Plano Integrado de Salvamento Marítimo da Região Autónoma da Madeira, assumindo o Diretor do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal a coordenação das operações.

O resgate dos nove passageiros efetuado pela embarcação (ISN-SR40), foi concluído pelas 13h16 na marina da Quinta do Lorde, onde eram aguardados por uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Machico previamente ativada pelo Serviço Regional de Proteção Civil (SRPC IP-RAM), tendo-lhes sido efetuada triagem médica e confirmado não necessitarem de assistência médica adicional.

O apoio e reboque da embarcação de registo da Madeira  com os dois tripulantes, foi efetuado pela embarcação “SANAS103”, igualmente para marina da Quinta do Lorde, dando entrada em segurança pelas 14h10.

O Comando Local da Policia Marítima do Funchal tomou conta da ocorrência.