PATRIRAM com várias obras de reparação em edifícios públicos

Obras em curso na Escola Secundária Francisco Franco.

A cobertura da Escola Secundária Francisco Franco está a ser beneficiada. Os trabalhos, orçados em 47.141 euros, tiveram início na primeira semana do mês de agosto e têm um prazo de execução de 60 dias.

A obra, a cargo da PATRIRAM, a empresa pública que gere o património da Região e que é tutelada pela Secretaria Regional das Finanças e da Administração Pública, consiste na reparação/beneficiação da cobertura e surge devido à existência de alguns pontos de infiltração existentes nos tetos de algumas salas de aula, provocados pela ocorrência de chuvas intensas.

Engloba ainda a substituição de pavimentos danificados e a reparação de paredes e tetos.

Deste modo a referida empreitada consiste, essencialmente, nos seguintes trabalhos: reparação numa área de cerca de 400 metros quadrados da cobertura da escola, através da colocação de uma tela impermeável; substituição dos pavimentos de algumas salas de aula; substituição de tetos falsos; reparação e pinturas de paredes e tetos.

Obras a executar

Recorde-se que a PATRIRAM executou, está ou vai executar, neste biénio 2016/2017 várias obras de conservação/reparação de edifícios sob sua tutela.

Assim, até final deste ano, será executada a substituição da cobertura do Laboratório de Saúde Pública (à Rua 31 de Janeiro) e serão requalificadas duas frações (B-CV e C-R/C) do edifício ‘Bom Jesus’, à Rua da Conceição, com vista à instalação de serviços públicos e arquivo. O procedimento para a realização da empreitada deverá ser lançado no decorrer do ano de 2017.

Proceder-se-á também à beneficiação do Centro Cultural John dos Passos e à empreitada de consolidação de fundações e estruturas do edifício “Museu Quinta das Cruzes”, que terá como objetivo a consolidação de elementos estruturais com particular incidência ao nível das fundações do edifício e reparações pontuais dos elementos danificados, nomeadamente paredes, pavimentos e tetos.

Centro Cultural será beneficiado.

Obras já feitas

Quanto a obras já executadas, recorde-se a empreitada de reparação de muros no edifício do Instituto Regional de Qualificação Profissional, localizado na Estrada Comandante Camacho de Freitas, no Funchal.

A obra decorreu custou 5.354,44 euros e decorreu em março e abril do ano passado.

Outra pequena obra foi a de reparação da porta de entrada principal do edifício da Direção Regional da Cultura, num investimento de 1.850 euros e que teve lugar em junho do ano passado.

Museu já sofreu obras de melhoramento e outras estão previstas.

Também no mesmo mês teve lugar a beneficiação das instalações sanitárias do Museu Quinta das Cruzes, que custou 2.334 euros.

No ano passado, em agosto e setembro, foi reparado o mainel de remate da cobertura do edifício localizado à Rua da Alegria, nº 31 – 2º, no Funchal, que custou 2.035,59 euros.

A PATRIRAM procedeu também, em agosto do ano passado, ao escoramento provisório dos arcos estruturais em cantaria do Museu Quinta das Cruzes, que custou 4.399,50 euros.

Nesse mesmo mês foram gastos 660 euros no fornecimento e colocação de vidro na porta da entrada principal do edifício da Secretaria Regional da Inclusão e dos Assuntos Sociais (SRIAS).

O mesmo trabalho foi realizado em outubro último, numa porta do Centro Cultural John dos Passos, na Ponta do Sol, que custou 420 euros.

Refira-se que antes, em abril de 2016, já tinha sido executada a empreitada de fornecimento e montagem de porta em vidro no edifício onde está instalada a Direção Regional de Economia e Transportes. Os trabalhos custaram 4.602 euros.

Já neste ano, em maio e junho, foram reparadas as instalações sanitárias do edifício do antigo Ateneu Comercial do Funchal, onde funciona a Direção Regional de Juventude e Desporto. O custo ascendeu a 6.335 euros.

Foi também já beneficiado o posto de transformação no Instituto para a Qualificação, com reparação de paredes e impermeabilização de cobertura, orçada em 8.802,51 euros.