Candidato do PDR a Câmara de Lobos, Dinis Teles, apresentou-se e à sua equipa

O candidato do PDR às próximas autárquicas, por Câmara de Lobos, Dinis Teles, referiu que pretende ouvir as pessoas e dar-lhes voz, sendo este o lema da sua candidatura.

Dinis Teles apresentou-se oficialmente e à sua equipa – que concorre à Câmara e às juntas do Jardim da Serra, Estreito de Câmara de Lobos e Câmara de Lobos – sublinhando que a sua candidatura “não será apenas mais uma”, mas será “a voz que falta ao povo de Câmara de Lobos”. A voz “junto do executivo local, a voz nas decisões e futuro do nosso concelho”, assegurou.

Dinis Teles disse ainda, esta terça-feira, que nem o PDR nem a sua candidatura vão “embarcar em demagogias e promessas vãs”. A única coisa que promete é “trabalho árduo e a defesa dos interesses de todos”.

Depois de referir que “há coisas boas que têm acontecido em Câmara de Lobos”, o candidato do PDR à Câmara disse, no entanto, que “ainda há muito por fazer e melhorar”, seja na área social, da emigração, da pesca e do turismo, salienta um comunicado do partido. Estes serão, por isso, “os pilares onde a nossa candidatura trabalhará e apresentará propostas válidas”. E isto porque “existe claramente uma falta de alternativas apresentadas pelo actual executivo municipal ”.

Em relação ao turismo, e entre outras ideias e propostas, Dinis Teles defende a elevação do “Xavelha” a símbolo turístico.

Por fim o candidato explicou que formou a sua jovem equipa “a pensar no futuro de Câmara de Lobos, a pensar num concelho promissor, próspero e capaz de desenvolver uma maior riqueza e justiça social” e porque acredita “em Câmara de Lobos” e que é possível dignificar ainda mais o concelho.